Termoplásticos utilizados pela Roymaplast

As características dos materiais utilizados pela Roymaplast

Polietileno de alta densidade (PE-HD):

Para além da sua excelente processabilidade, o PE-HD atrai pela sua elevada resistência química e pela sua firmeza e rigidez na gama de temperaturas de - 50°C a + 80°C.

Polietileno de elevado peso molecular (PE-HMW):

O material PE-HMW distingue-se pela sua elevada resistência à tração com um elevado grau de tenacidade, bem como pela sua facilidade de processamento. A gama de temperaturas de utilização estende-se de - 100°C a + 80°C.

 

Polipropileno (PP-H / PP-C):

O material PP, em contraste com o PE, demonstra uma elevada rigidez, especialmente na gama de temperaturas elevadas de utilização (até mais de 100°C). É também um material com elevada resistência química e boas propriedades de durabilidade, mesmo a altas temperaturas, relativamente a muitos meios orgânicos e inorgânicos. O PP-C cobre mesmo a gama de temperaturas de - 20°C a + 100°C.

 

Policloreto de vinilo (PVC-U):

O PVC-U caracteriza-se pela sua elevada resistência e rigidez. A gama de temperaturas estende-se de 0°C a + 60°C. Este material tem uma boa resistência aos produtos químicos orgânicos e inorgânicos, bem como aos agentes oxidantes.

 

Policloreto de vinilo (PVC-C):

Devido ao seu elevado teor de cloro, o PVC-C tem uma resistência química excecional, especialmente contra ácidos, álcalis e sais, tornando-o um material ideal para a indústria de processamento químico. A gama de temperaturas de utilização estende-se de - 40ºC a + 90ºC.

 

Fluoreto de polivinilideno (PVDF):

O PVDF é um material parcialmente fluorado de elevado desempenho, que se distingue pela sua vasta gama de temperaturas de - 30°C a + 140°C e pela sua resistência a praticamente todos os agentes orgânicos e inorgânicos.

 

Etileno-Clorotrifluoroetileno (E-CTFE):

Este material tem a mais alta gama térmica de utilização - 40ºC a + 150ºC. Super resistência química mesmo em ambientes alcalinos.